feliciano3

Mulher negra e evangélica indaga: Feliciano, por que no te callas?

Caríssimos (as) leitores (as),

Atualmente há uma imensa discussão em torno das afirmações racistas e completamente infundadas do Deputado Federal e Pastor Marcos Feliciano. Tal deputado afirma que o povo africano é proveniente dos descendentes amaldiçoados  de Noé, conforme afirmações  abaixo:

 pastor_marco_feliciano_twitter

O que realmente me impressiona é a passividade e permissividade com que os negros e negras evangélicas assistem o discurso do Deputado Marcos Feliciano.

Atualmente, no Brasil, dados estatísticos oficiais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Censo IBGE 2010) apontam que exitem 42.275.440 (quarenta e dois milhões, duzentos e setenta e cinco mil, quatrocentos e quarenta) pessoas que se autodeclaram evangélicas.  Este é um percentual que representa aproximadamente 22,2% dos cidadãos brasileiros.

Complementarmente, segundo dados estatísticos do Censo de 2010 apurado pelo IBGE, existe no Brasil 22.785.446 (vinte e dois milhões, setecentos e oitenta e cinco mil e quatrocentos e quarenta e seis) cidadãos brasileiros que se autodeclaram negros e pardos e são evangélicos (Fonte: http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/tabela/protabl.asp?c=2094&z=cd&o=24&i=P).  Isso significa que 53,9% dos evangélicos brasileiros são negros e pardos.

Deste percentual, segundo o IBGE, aproximadamente 12.568.151 (doze milhões, quinhentos e sessenta e oito mil e cento e cinquenta e um) são mulheres negras evangélicas (Fonte: http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/tabela/protabl.asp?c=1489&z=cd&o=13&i=P). Torna-se evidente que as mulheres negras e pardas somam o percentual de 55,2% da população afrodescendente de cunho protestante do nosso país. 

Feliciano 2

Penso que é necessário ter um bom respaldo estatístico e uma boa fundamentação teórica para tratar desta temática. Face à dimensão dos números acima descritos, as perguntas são inevitáveis:

1) onde estão os líderes protestantes negros deste país para defender seus pares das afrontas e heresias do Pastor Marco Feliciano?

2) Se a verdade liberta, como se omitir quando um deputado evangélico afirma publicamente que os africanos (e consequentemente os brasileiros afrodescendentes) são amaldiçoados? Acredito que centenas de lideranças negras evangélicas estão caladas, envergonhados e acuados pela covardia ou compartilhando com as ideias de Marco Feliciano.

3) Se sob o continente africano repousa uma maldição (segundo afirmações de Marcos Feliciano), por que o próprio Jesus passaria sua infância  justamente no continente africano? (Mateus 2, 13-15). http://www.bibliaonline.com.br/acf/mt/2

4) Se os afrodescendentes são amaldiçoados, por que Marcos Feliciano se utiliza das ofertas e votos de muitos negros e pardos evangélicos brasileiros? Além disso, se Feliciano é capaz de cuspir no próprio prato que comeu, ao atacar seus eleitores e contribuintes financeiros negros e pardos…. isso seria seu melhor exemplo de “amor ao próximo”?

Estes são apenas alguns dos questionamentos que devem ser feitos à população afrodescendente evangélica brasileira… que infelizmente apresenta-se religiosamente alienada e politicamente desarticulada, na ilusão de que vivemos em uma “democracia racial gospel”.

Felizmente, para nossa alegria, encontrei um excelente vídeo de uma mulher negra evangélica que  trata esta questão com bastante coerência e lucidez! Fiquei impressionada com a “irmã” Jussara de Oliveira e estou postando seu vídeo logo abaixo. Simplesmente ma-ra-vi-lho-sa! Vejo-a como uma voz no deserto, que clama por respeito e dignidade para todas as mulheres e homens negros deste país, independente de orientação religiosa

E para finalizar, gostaria de lembrar que, a falácia religiosa, herética e racista de Marcos Feliciano somente ocorre no Brasil porque  a maioria da população afrodescendente não tá nem aí para as suas palavras porque  tem um problema gravíssimo de identidade.  Assim, fica para reflexão as palavras do  ilustre Pastor e líder negro norte-americano, Reverendo Martin Luther King:

silencio dos bons

Um comentário sobre “Mulher negra e evangélica indaga: Feliciano, por que no te callas?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s